Sarah Edwards sobre George Whitefield

Essa carta foi escrita por Sarah Edwards, esposa de Jonathan Edwards, para seu irmão, James Pierpoint de New Haven sobre a visita do evangelista George Whitefield que veio para Northampton em Outubro de 1740.I

24 de Outubro de 1740.

Querido irmão James,

Eu quero te preparar para a visita do Rev. Sr. Whitefield, o famoso pregador da Inglaterra. Ele tem residido temporariamente conosco e depois de visitar algumas poucas cidades vizinhas, vai para New Haven e de lá para Nova York.

Ele é verdadeiramente um notável homem e durante sua visita tem comprovado, penso eu, tudo que nós temos ouvido dele. Ele faz menos [uso] das doutrinas do que nossos pregadores americanos geralmente fazem e objetiva mais em alcançar o coração. Ele é um orador nato. Você já ouviu sua vibrante, e ainda assim, clara e melodiosa voz. Oh! É uma perfeita música para ouvir sozinha!

E ele fala muito facilmente sem qualquer aparente esforço. Você lembra que David Hume pensou que valia a pena ir vinte milhas para ouvi-lo falar; e Garrick1 disse, ‘Ele poderia mover homens às lágrimas ou fazê-los tremer pela simples entonação em pronunciar a palavra Mesopotâmia.’ Bem, esse último foi um mero discurso do ator; mas é verdadeiramente maravilhoso ver que encanto esse pregador frequentemente lança sobre a audiência por proclamar as mais simples verdades da Bíblia. Eu tenho visto mais de milhares de pessoas esperando suas palavras com um silêncio ofegante que é quebrado somente por um soluço meio suprimido.

Ele impressiona o ignorante, e não menos, o educado e refinado. É relatado que enquanto os mineiros da Inglaterra escutavam-no, suas lágrimas faziam brancos sulcos rolarem por seus rostos sujos. Então aqui, nossos mecânicos fecharam suas lojas e os trabalhadores diários colocaram de lado suas ferramentas para ir ouvi-lo pregar, e poucos retornavam não afetados. Uma pessoa preconceituosa, eu sei, poderia dizer que isso é tudo artifício teatral e exibição, mas não é assim que alguém que o tem visto e ouvido vai pensar.

Ele é um homem muito devoto e piedoso, e seu objetivo parece ser somente alcançar e influenciar homens da melhor maneira. Ele fala com um coração ardente de amor e derrama uma torrente de eloquência que é quase irresistível. Muitas e muitas pessoas em Northampton datam o início de novos pensamentos, novos desejos, novos propósitos e uma nova vida, do dia em que eles ouviram-no pregar sobre Cristo e Sua salvação. Eu desejo que ele seja bem sucedido na carreira apostólica dele e quando ele chegar em New Haven, você vai, eu sei, mostrá-lo calorosa hospitalidade.

Nota: I. Arnold Dallimore, George Whitefield, Vol. 1 (London: Banner of Truth Trust, 1970), pp. 538-9.

Nota do tradutor: 1. Garrick era um ator ingles e contemporâneo de Whitefield.

By Sarah Edwards. Translated with permission. © 2003 Banner of Truth. All rights reserved. Website: www.banneroftruth.co.uk. Original: Sarah Edwards on George Whitefield.

Tradução: Diego Pereira de Andrade. Traduzido com permissão. afeicoesdoevangelho@gmail.com. Original: Sarah Edwards sobre George Whitifield.

O leitor tem permissão para reproduzir esse conteúdo desde que não o altere, informe os créditos de autoria e tradução, e não use para fins comerciais.

Advertisements

About afeicoesdoevangelho

O afeições do evangelho foi criado com o propósito de incentivar as pessoas a buscarem conhecer e viver o Evangelho Cristocêntrico, como fizeram uma grande nuvem de testemunhas (Hebreus 12.1) em outras gerações. Solus Christus!
This entry was posted in Século XVIII. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s