O Reavivamento nas Ilhas Hébridas

A ilha de Lewis e Harris, a maior das Hébridas, fica a noroeste da Escócia. Em 1949, na aldeia de Barvas, o rev. James Murray Mackay era o ministro da paróquia. Durante meses, ele e os líderes da sua igreja oraram pelo derramamento do Espírito. Num pequeno chalé moravam duas irmãs idosas: Peggy e Christine Smith, de 84 e 82 anos respectivamente. Elas não tinham condições de assistir aos cultos, mas durante meses oraram em casa para que Deus enviasse o reavivamento a Barvas.

Do outro lado da aldeia, sem saber de nada sobre o fardo de oração das irmãs Smith, sete jovens reuniam-se três vezes por semana num celeiro para orar pelo reavivamento. Eles entraram em aliança com Deus que não lhe dariam descanso até que enviasse o reavivamento.

Certa noite um jovem diácono tomou a Bíblia e leu o Salmo 24.3-5 para os outros jovens que estavam ajoelhados: “Quem subirá ao monte do Senhor? Quem há de permanecer no seu santo lugar? O que é limpo de mãos e puro de coração… Este obterá do Senhor a benção”. O diácono disse aos outros: “Irmãos, não é uma espécie de embuste estarmos esperando noite após noite, se nós mesmos não estivermos em comunhão com Deus?”. Levantando as mãos para o céu, ele clamou: “Ó Deus! Minhas mãos estão limpas? Meu coração está puro?”. Instantaneamente caiu prostrado no chão. Uma reverente percepção de Deus encheu o celeiro. Naquela noite eles se acharam sondados pela santidade de Deus e viram coisas em suas vidas que jamais haviam suspeitado.

O rev. Mackay sentiu-se levado a planejar uma missão paroquial no inverno. A questão era: Quem ele deveria convidar? O reverendo pediu recomendação ao Dr. Tom Fitch, orador da Convenção de Strathpeffer, que disse-lhe haver um ministro que falava galês em Edimburgo, o rev. Duncan Campbell, que estava livre para fazer missões. Quando Campbell chegou, o reverendo e dois presbíteros o receberam no porto. Um presbítero perguntou-lhe: “Sr. Campbell, o senhor está andando com Deus?”. Duncan Campbell compreendeu que aqueles homens estavam vivendo num plano espiritual elevado. Enquanto andava pela estrada da aldeia no dia seguinte, ele sentiu que Deus pairava ali por perto e já estava trabalhando.

Naquela noite, Campbell pregou sobre as “Virgens Sábias” e na seguinte sobre “As virgens Néscias”. O segundo culto terminou no mais completo silêncio. Deus falava aos corações. No final, Campbell despediu a multidão e o prédio esvaziou-se. Mas, de repente, a porta da igreja abriu-se de novo e um presbítero fez sinal para Campbell ir até ele. A congregação inteira estava do lado de fora, tão tocada pelo Espírito que ninguém queria ir embora. Outras pessoas, que não tinham assistido ao culto, foram atraídas de suas casas pelo poder do Espírito Santo. Muitos rostos mostravam profunda aflição. Campbell chamou todos de volta para a igreja. A presença majestosa de Deus era tão poderosa que os não-salvos começaram a gemer aflitos e orar arrependidos, até os cristãos sentiram o peso do seu pecado. De repente, um grito vibrou no ar. Um dos soldados de oração do grupo dos jovens foi tocado até o ponto da agonia, enquanto derramava sua alma pedindo o reavivamento. Ele caiu prostrado no chão em transe. Homens fortes clamavam por misericórdia e, à medida que cada um recebia a segurança da salvação, outros louvavam a Deus e até davam gritos de alegria. Uma mãe colocou os braços ao redor do filho, agradecendo a Deus, enquanto lágrimas de alegria corriam pela sua face. As orações de anos foram respondidas.

Wesley Duewel. O Fogo do Reavivamento. Editora Candeia, 1998.
Traduzido por Neyd Siqueira.

Advertisements

About afeicoesdoevangelho

O afeições do evangelho foi criado com o propósito de incentivar as pessoas a buscarem conhecer e viver o Evangelho Cristocêntrico, como fizeram uma grande nuvem de testemunhas (Hebreus 12.1) em outras gerações. Solus Christus!
This entry was posted in Século XX and tagged , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s